Corpos sutis

 

A figura mostra os sete chacras ao longo da coluna (numerados de 1 a 7) e os sete corpos principais por fora do corpo físico. Tudo que existe e se manifesta no plano físico, desde uma pedra, uma planta até os animais e o homem, possui, também, uma manifestação de energia mais sutil, que pode ser chamada de CORPO ENERGÉTICO ou CORPO SUTIL. O ser humano é um CONJUNTO DE CORPOS que são de diversas naturezas, desde a material até a energética. Todas as manifestações físicas que podem ser percebidas com os cinco sentidos vibram numa frequência abaixo da frequência da velocidade da luz. Porém, o que podemos chamar de corpos energéticos são manifestações da energia que vibram numa frequência acima da velocidade da luz e que não podem ser percebidas com os cinco sentidos. Particularmente nos seres humanos, estas manifestações energéticas que vibram numa frequência acima da velocidade da luz representam a expressão da personalidade, os sentimentos, os pensamentos e os aspectos espirituais.

Muitos pesquisadores diferem em suas opiniões a respeito do número de corpos, alguns falam em nove corpos, outros em oito, outros em sete, outros em catorze corpos e outros falam até em uma variação ainda maior. Isso porque alguns desconsideram o corpo físico como parte integrante do homem verdadeiro. Entendem que o corpo físico não é o homem em si, que o homem verdadeiro é apenas o princípio inteligente, ou seja, espírito e os corpos que o formam. Outros não classificam o espírito como sendo um corpo especificamente e sim como fonte de inteligência que interage através dos corpos energéticos e físico. O importante é que no ponto principal todos chegaram aos mesmos resultados, ou seja, o corpo físico é apenas um de muitos outros que formam o ser humano.

O corpo físico é bem conhecido e aceito pela maioria das pessoas e pela ciência convencional. Já os corpos energéticos ou sutis são desconhecidos por muitos, pois não são constituídos de matéria densa perceptível aos cinco sentidos normais das pessoas. São corpos formados de um tipo de matéria eterizada, fluídos e energias, que fogem aos órgãos de percepção normais dos seres humanos (visão, paladar, tato, olfato e audição).

Aqui, nesta apresentação, estarei falando dos corpos (pela visão tântrica), mais conhecidos pela maioria e que são os mais importantes para nosso trabalho energético. No entanto, é importante que se busque estudar melhor esses aspectos.

Ao longo do desenvolvimento dos estudos a respeito do Tantra, os mestres ocultistas descobriram que, por detrás de toda forma de vida, existe uma vibração, que pode, ou não, encontrar manifestação no plano físico. Trata-se dos nossos corpos sutis, que não podem ser tocados pela mente racional, mas apenas pela percepção e intuição. Por isso, é importante conhecermos quais são esses corpos e aprender um pouco mais sobre cada um.

1º – Corpo Anna Maya Kosha – Corpo Ilusório de Alimento: corresponde ao nosso corpo material, físico, constituído de ossos, pele e sangue. Apresenta cinco sentidos básicos (tato, paladar, olfato, visão e audição) e cinco agentes de ação (boca, órgãos genitais, mãos, pés e ouvidos). As vibrações emitidas pelos corpos superiores são absorvidas pela estrutura óssea e pelos músculos, nervos e ligamentos. O estágio evolutivo do Anna Maya Kosha corresponde ao estado mineral, e seu elemento é a Terra. De natureza instintiva, sua energia deriva das áreas genitais. Esse corpo reage aos toques físicos e depende de alimentos materiais para se manter em atividade. Está relacionado ao chacra Muladhara.

2º – Corpo Prana Maya Kosha – Corpo Ilusório Energético Etérico: corpo formado pela energia (prana) emanada dos cinco elementos básicos da natureza: água, terra, ar, fogo e éter. Assim como o Anna Maya Kosha, encontra correspondência entre os minerais, só que sua manifestação ocorre de maneira mais sutil e seu elemento é a água. O Prana Maya Kosha opera sobre os cinco sentidos, transmitindo sensação e servindo de intermediário entre o corpo físico (especificamente músculos e nervos) e as emoções. Sua energia nasce das glândulas supra-renais, próximas ao umbigo. Está relacionado ao chacra Swadhistana.

3º – Corpo Kama Maya Kosha – Corpo ilusório dos Desejos: é o corpo dos instintos, dos impulsos, das relações naturais, das emoções telúricas, das vontades e dos desejos. Caracteriza-se pelo ímpeto emocional. Sua emanação energética parte do plexo solar, o que faz com que esteja relacionado ao pâncreas. O elemento básico do Kama Kosha é o fogo. Está relacionado ao chacra Manipura.

4º – Corpo Ananda Maya Kosha – Corpo Ilusório da Felicidade: corpo dos sentimentos, do afeto e das relações amorosas. O Ananda Maya Kosha corresponde ao elemento Ar. Seu ponto central é o coração. Por isso, ele reage a qualquer estímulo emocional. É o corpo responsável pelas impressões de simpatia e antipatia, e pode ser ativado com a ajuda da alimentação; vegetais superiores: (verduras, legumes e frutas). Está relacionado ao chacra Anahata.

5º – Corpo Manas Maya Kosha – Corpo Ilusório do Conhecimento: é o corpo da inteligência, da memória, do intelecto. Seu elemento é o éter e seu principal ponto de manifestação, a garganta. Os mantras com H aspirado são o principal estímulo para o Manas Maya Kosha, que é um corpo intimamente ligado às vibrações sonoras. Essas vibrações, aliás, fazem-no caminhar do racional para o intuitivo. Está relacionado ao chacra Vishnudha.

6º – Corpo Inana Maya Kosha – Corpo Ilusório da Sabedoria Pura: corpo da sabedoria superior, que extrapola o simples conhecimento mental. É responsável pelas capacidades de clarividência, percepção extrasensorial e clariaudiência. Responde aos estímulos da imaginação e aos sons nasalizados. Por estar além dos limites físicos, não corresponde a nenhum órgão físico específico. Está relacionado ao chacra Ajna.

7º – Corpo Buddhi Maya Kosha – Corpo Ilusório da Intuição: não reage a nenhum tipo de toque e não corresponde a nenhum som específico. Aliás, só pode ser estimulado com o mantra OM e com símbolos de profunda penetração mística, tais como as Mandalas e os Yantras. O Bushi Maya Kosha é o corpo mais passível de identificação com a Mônada Espiritual Humana. Está relacionado ao chacra Sahashara.

A relação dos corpos com os chacras ocorre da seguinte maneira: quando os chacras giram numa velocidade maior, o corpo está mais atuante. Quando os chacras giram em menor velocidade, o corpo fica sem energia.

Os textos tântricos ainda descrevem um corpo sutil – áurico – que é o reflexo do corpo físico e principalmente de nossas emoções. Esse corpo fica com cores claras e aumenta de tamanho quando estamos bem. Ao contrário, contrai-se e fica escuro em sinais de desânimo. Aliás, a palavra desânimo vem do latim des=sem, ânimo = alma, alguém sem alma é um ser desanimado.

Todos esses corpos são independentes e cumprem funções distintas, mas interligados e com uma relação tão direta entre si que os tornam um corpo único, um ser indivisível. Cada um dos sete corpos energéticos e fluídicos possuem pontos de entrada ou captação de energias, pontos de saída ou exclusão de energias, e ainda, canais de circulação dessas energias, da mesma forma como o primeiro corpo (corpo físico) tem ponto de entrada de alimentos, boca; ponto de saída desses alimentos, sistema excretor, e canais de circulação e processamento desses alimentos, que são os órgãos de digestão e intestinos, e ainda, o sistema circulatório.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s